img/diagsom.png

Telefones da Diagsom
img/login.png
laudos e exames
img/login_fase1.png

Reciclagem

Reciclagem implica em gerar menos lixo, menos esgoto e, assim contribuir para um ambiente mais sadio. Existem muitas técnicas de reciclagem com a finalidade de aproveitar os detritos e reutilizá-los como matéria-prima de novos produtos.

  • Reduz a poluição do solo e da água;
  • Diminui o desperdício;
  • Evita o desmatamento;
  • Reduz o consumo de energia;
  • Melhora a qualidade de vida das pessoas;
  • Proporciona a economia de recursos naturais renováveis e não renováveis;
  • Prolonga a vida útil dos aterros sanitários;
  • Gera trabalho e renda.

Embalagens Recicláveis
Metade dos brasileiros leva em consideração o fato de um produto ter embalagens recicláveis e respeita critérios ambientais e sociais na hora de fazer suas compras.
O que são: embalagens reciclaveis são aquelas que podem ser aproveitadas depois de utilizadas.
Exemplos: latas de alumínio, papel, plástico, vidro e outros
Porém preste atenção, nem todas as latas, plásticos ou papéis podem ser reciclados. A embalagem plástica de produtos químicos, como agrotóxicos não servem, para mandar para reciclagem, e nem pode, tem que ser entregue ao fornecedor segundo legislação vigente.
Embalagens e materiais recicláveis são aqueles que após sofrerem uma transformação física ou química podem ser reutilizados no mercado, seja sob a forma original ou como matéria-prima de outros materiais para finalidades diversas.

Para reciclar um material é necessário que haja um processo de seleção prévia, isto é, a separação do lixo comum em papel, plástico, vidro, metal, orgânico e não recicláveis. Um processo de seleção muito conhecido atualmente é a coleta seletiva, que nada mais é do que um recolhimento de lixo feito seletivamente.
Após a separação dos resíduos, é preciso fazer uma nova triagem em subtipos de materiais para que estes tenham interesse comercial, como por exemplo, os plásticos são separados em plástico duro ou plástico mole, os metais em latão ou alumínio. Assim, todos os materiais recicláveis são selecionados em subtipos, geralmente por usinas de triagem como as da Prefeitura de São Paulo ou por cooperativas, que após este procedimento, compactam os materiais para facilitar o transporte e vendem para indústrias de reciclagem.

Grande parte das indústrias de reciclagem só aceitam materiais que se encontrem dentro de uma quantidade mínima estabelecida, geralmente algumas toneladas, o que significa que muitas vezes as cooperativas ou usinas de triagem armazenam estes materiais por um longo tempo até conseguir a quantidade necessária em toneladas para vender. Quando esses materiais possuem restos de comida ou gordura, acabam atraindo ratos e baratas que podem transmitir doenças para os seres humanos, daí a importância em lavar os materiais em casa antes de mandá-los para a reciclagem.