img/diagsom.png

Telefones da Diagsom
img/login.png
laudos e exames
img/login_fase1.png

O consumo de energia elétrica

O aumento do consumo de energia elétrica, devido ao consumismo acelerado, tem provocado a construção de mais usinas hidrelétricas. Elas não poluem o ar, mas causam enormes impactos ambientais, devido à quantidade de água represada a fim de mover as turbinas na produção da energia elétrica.

Uma alternativa seria a construção de usinas nucleares, mas esse tipo de usina produz um lixo radioativo que deve ser armazenado em locais remotos, além de ser muito perigosa podendo causar catástrofes de grandes proporções, por exemplo o acontecido em Chernobyl.

A energia eólica vem sendo implantada, principalmente nas cidades litorâneas, pois usa a força dos ventos para produzir energia elétrica, sendo considerada uma energia pura.

Muitas vantagens são encontradas combatendo o desperdício de energia. Essas vantagens enfatizam valores fundamentais, como:

  • preocupação com a qualidade de vida;
  • proteção aos recursos naturais e exercício da cidadania;
  • amplia no tempo, os recursos naturais não renováveis ainda disponíveis;
  • contribui para minimizar os impactos ambientais;
  • reduzir custos para a nação e para o consumidor; maximizar o aproveitamento dos investimentos já efetuados no sistema elétrico;
  • induz a modernização industrial;
  • melhora a competitividade internacional dos produtos de consumo e dos bens duráveis fabricados no Brasil
  • assumir o compromisso com a preservação do planeta

O cidadão pode fazer bastante para combater o desperdício de energia. Sua atuação reverte em seu próprio benefício, pois representa em economia em seu bolso e melhoria de sua qualidade de vida. É uma atitude inteligente que contribui para o desenvolvimento sustentável, além do exercício da cidadania.